Ordem dos Farmacêuticos alerta para eventual problema de saúde pública

| País
Ordem dos Farmacêuticos alerta para eventual problema de saúde pública

Foto: Mike Brown/Reuters

A entidade critica a legislação de agosto por acreditar que quebra o vínculo entre os postos de colheita de análises clínicas e os laboratórios centrais.

Em entrevista ao jornalista da Antena 1 Luís Soares, Ana Teresa Barreto, da direção nacional da Ordem dos Farmacêuticos, alega que há o risco de as amostras que são colhidas num posto poderem ser comercializadas a quem pagar mais.

“Tem que haver um vínculo de segurança, de responsabilidade, que une o posto de colheitas ao laboratório do qual depende para que os utentes saibam a quem pedir responsabilidades dos seus testes analíticos e das suas amostras que são colhidas”, argumenta.

Ana Teresa Barreto acrescenta que “se essa relação for quebrada isto pode in extremis resultar num comércio de amostras a que laboratório pagar mais por elas”. “Pode ser um problema de saúde pública”, frisa.

Relacionados:

A informação mais vista

+ Em Foco

Um "cemitério de dinossauros" descoberto na Argentina, com 220 milhões de anos apresenta fósseis de uma dúzia de animais.

    Um dia que ficará para a história. O dia em que um dos monumentos mais emblemáticos do Mundo foi apanhado pelo fogo.

    Toda a informação sobre a União Europeia é agora agregada em conteúdos de serviço público. Notícias para acompanhar diariamente na página RTP Europa.

      Em cada uma destas reportagens ficaremos a conhecer as histórias de pessoas ou de projectos que, por alguma razão, inspiram ou surpreendem.