Universidade de Coimbra está cada vez mais envolvida no setor da saúde - reitor

| Saúde

O reitor da Universidade de Coimbra (UC), João Gabriel Silva, afirmou hoje que a instituição que lidera "envolve-se cada vez mais na procura de soluções para a saúde", sublinhando o reforço do seu papel nessa área.

A UC pretende continuar a sua "estratégia de reforço do seu papel na discussão dos problemas globais e envolve-se cada vez mais na procura de soluções para a saúde", sublinhou João Gabriel Silva, numa declaração à agência Lusa, no âmbito do doutoramento Honoris Causa do presidente da Cimeira Mundial da Saúde, Detlev Ganten, que decorreu hoje em Coimbra.

De acordo com o reitor da universidade, o grau atribuído a Detlev Ganten "reconhece o seu papel no avanço da ciência, de que é um dos expoentes na área da hipertensão", ao mesmo tempo que "confirma e reforça o papel" da UC na Aliança M8 - o G8 da Saúde -, onde está integrada num consórcio com o Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC).

Para a Universidade de Coimbra, Detlev Ganten, "fundador do maior hospital universitário da Alemanha, é um dos nomes mais proeminentes no mundo" no debate de questões como a falta de acesso da "larga maioria da população" aos cuidados de saúde "mais elementares".

O presidente da Cimeira Mundial de Saúde e da Aliança M8, Detlev Ganten, sublinhou hoje que Coimbra é uma "fonte de enriquecimento científico" para as discussões na área da saúde e uma ponte de ligação às comunidades lusófonas.

"Para nós, Coimbra é uma porta aberta para as comunidades lusófonas, como Paris é para as comunidades francófonas", afirmou à agência Lusa Detlev Ganten, presidente da Aliança M8 - o G8 da Saúde - e da Cimeira Mundial da Saúde.

A característica "mais importante" de Coimbra e, consequentemente, de Portugal, é a rede que permite estabelecer com os países lusófonos, como Moçambique ou Angola, referiu, recordando ainda a ligação do país à América do Sul, bem como à Ásia, onde os portugueses foram "pioneiros" na transmissão da cultura ocidental.

Durante o seu discurso na cerimónia de atribuição do grau, Detlev Ganten constatou que a tradição representa "um desafio" da UC para "continuadamente se abrir a novas circunstâncias com criatividade e com uma mente aberta, sem perder o compasso e os valores".

Além disso, a tradição providencia também uma identidade "corporativa e estabilidade" e assume-se como uma "âncora em tempos conturbados".

"Nos tempos conturbados de hoje, assim como na história, nós na academia e na Aliança M8 podemos ajudar a dar ao mundo inspiração, orientação racional e um compasso intelectual para fazer do mundo um espaço melhor e mais seguro", afirmou Detlev Ganten.

Portugal, representado pelo consórcio Centro Hospitalar e Universitário de Coimbra (CHUC) e UC, foi admitido a 11 de outubro de 2015 na Aliança M8, cuja rede é a base académica de excelência e na qual está assente a organização da Cimeira Mundial de Saúde, fórum anual para o diálogo sobre os cuidados de saúde.

Tópicos:

Detlev Ganten, Giel, Hospitalar, UC Aliança M,

A informação mais vista

+ Em Foco

Nas ruas das cidades angolanas, as caravanas cruzam-se em ambiente descontraído. O cenário repete-se em M'banza Congo.

Os responsáveis pelo parque prometeram valorizá-lo e vão renovar a frota automóvel e envolver operadores privados nas visitas aos núcleos de gravuras rupestres.

O maior banco francês fez soar os alarmes na Europa ao suspender três fundos de investimento relacionados com créditos nos Estados Unidos.

Natalidade, envelhecimento, turismo, agricultura, emigração, pobreza, saúde, desigualdades. A caminho das autárquicas a Antena 1 fixa o país em 20 retratos.