Parceria envia jovens da Fundação Sporting para estudar e jogar futebol nos EUA

por Rui Mendes c/ Lusa
Legenda da Imagem Lusa

Dois jovens futebolistas integrados na Fundação Sporting vão estudar e jogar futebol em universidades dos Estados Unidos, ao abrigo de um protocolo assinado hoje entre a instituição leonina e a empresa Next Level Sports Europa.

O protocolo foi assinado hoje no Estádio de Alvalade entre o responsável da Next Level Sports Europa, o empresário português Tasslim Sualehe, e o presidente do Sporting, Bruno de Carvalho.

A Next Level Sports Europa é o braço europeu da Next Level Sports Brasil, que nos últimos dois anos captou e enviou mais de 100 atletas para universidades norte-americanas.

Os jovens atletas selecionados nas captações - como a que houve em Lisboa no passado sábado - recebem bolsas em que o apoio financeiro por parte da escola escolhida varia entre os 25% e 100%, dependendo da performance desportiva ou académica.

"O desporto pode ser absolutamente determinante na vida destas crianças, por isso demos um passo mais, que queremos agradecer à Next Level Sports Europa. Temos a possibilidade de pegar em dois desses miúdos, que têm vindo a progredir na sua vida académica e desportiva, e poder dar-lhes esta experiência, que para eles pode ser vital, de evoluir em termos desportivos e académicos nos Estados Unidos", disse Bruno de Carvalho durante a cerimónia de assinatura da parceria.

Os dois jovens serão ainda escolhidos de entre um grupo de atletas ligados à Fundação Sporting que foi analisado conjuntamente na ação de captação da Next Level no passado sábado, no Instituto de Agronomia, em Lisboa.

"Acreditamos que estes dois atletas são o primeiro passo. Queremos em conjunto fazer muito mais e abrir portas a estas crianças, que conseguem assim ir cumprindo alguns sonhos, de construção de um atleta, mas também de um cidadão", acrescentou o presidente do Sporting, para quem "não há dúvidas de que a iniciativa será um sucesso".

A Next Level faz as captações dos atletas a nível do futebol e cuida de todo o processo até à integração na Universidade. Posteriormente, acompanha os atletas durante o seu percurso académico e desportivo.

A colocação em universidades dos atletas captados fora da parceria com a Fundação Sporting tem custos suportados pelas famílias dos jovens, o que leva Tasslim Sualehe a enaltecer o papel da instituição leonina no processo.

"Esta parceria deve ser uma inovação em termos mundiais, porque para aceder às faculdades nos Estados Unidos não basta só ter muita habilidade em desporto ou muita performance em termos académicos. É preciso ter algum dinheiro: mesmo com 100 por cento de bolsa há sempre despesas à margem, como viagens e fins de semana. Por isso é extremamente difícil a miúdos como estes conseguirem atingir o seu objetivo", disse o responsável da Next Level Sports Europa.

Ambos os responsáveis manifestaram esperança de, dentro de alguns anos, apresentarem os atletas formados no âmbito desta iniciativa.