Literatura Aqui (I)

Esta semana a protagonista do programa é uma figura omnipresente: a mãe | 19 Abr, 2016 | Episódio 31

Partilhar este episódio
Posi�ao Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Literatura Aqui

Literatura Aqui (I)

Esta semana a protagonista do programa é uma figura omnipresente: a mãe | 19 Abr, 2016 | Epis�dio 31

Herberto Hélder viu as leves gotas de chuva "no sorriso louco das mães". Outros tantos escritores versaram também sobre a figura omnipresente da "mãe", que esta semana se torna a protagonista do programa. Oportunidade para entrar no mundo íntimo de Carlos Drummond de Andrade, Marilar Aleixandre, Marguerite Duras ou Miguel Torga. Depois, descobrimos os novos sentidos da Utopia de Thomas More. A obra canónica do autor e diplomata inglês foi publicada em 1516, inaugurando uma tradição de publicar obras com visões alternativas para a sociedade. E de visões e contos de gente tresmalhada se faz o mais recente audiolivro da editora BOCA. Teatro sonoro, bem ao estilo radiofónico, Tresmalhados de Maria Morais combina sons de vento e mar com bichos do campo, canções a cheirar a alecrim e conversas que são como as cerejas. Pela ficção se chega à História e da História se volta à ficção. É disso prova a obra História de Angola traçada pelo luso-angolano Alberto Oliveira Pinto, onde os peões de um xadrez, talhados por um artista kikongo, ilustram tempos das florestas de Cabinda aos desertos do Namibe. A despedida deste Literatura Aqui faz-se com a "mãe" de Almada Negreiros.
O programa de literatura apresentado por Pedro Lamares está de volta com nome novo: Literatura Aqui. A palavra escrita continua em primeiro lugar, com diferentes momentos de elogio à obra literária, sendo esta segunda série mais ambiciosa na premissa de tocar em todos os géneros e estilos - poesia, ensaio, teatro, conto, crónica, fábula, novela, policial, romance, etc.