Fuga da Arte

Sonho: A Retoma. Não há mal que sempre dure. E o sonho bom, por fim, veio. Uma noite para recordar. E o que lá vai, lá vai. Texto de Ricardo Saló. Música de Piero Umiliani por Chet Baker. Ruídos de Jacques Tati. | 26 Nov, 2017

Partilhar este episódio
Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Fuga da Arte

Fuga da Arte

Sonho: A Retoma. Não há mal que sempre dure. E o sonho bom, por fim, veio. Uma noite para recordar. E o que lá vai, lá vai. Texto de Ricardo Saló. Música de Piero Umiliani por Chet Baker. Ruídos de Jacques Tati. | 26 Nov, 2017

A natureza ficcional, entre o desejo poético e a discreta vocação iconoclasta, que fará do prazer da interrogação a sua lei e do vício da resposta o seu tabu. O espírito do ouvinte terá a última palavra.