Posição Corrente: minutos e segundos
Ir para o Minuto:
Play - Missão: 100% Português

Missão: 100% Português

21 Abr, 2018 | Episódio 11

Esta semana, a primeira paragem de Raminho é em Lisboa. Na capital, nada melhor que deslocar-se no mítico Metropolitano de Lisboa, que este ano celebra o seu 70º aniversário. Em conversa com a porta-voz do Metro, Helena Taborda, Raminhos recorda os tempos de infância e descobre algumas curiosidades sobre este meio de transporte. Saí na Baixa-Chiado e, pelas ruelas do Bairro Alto, Raminhos vai procurar um chapéu. Elegantes, originais, sofisticados, clássicos ou modernos, aqui há chapéus para todas as cabeças.
Voltando ao Metro... Sabia que diariamente chegam ao Metropolitano de Lisboa inúmeros pedidos de visitas guiadas para descobrir melhor a arte e a arquitetura das várias estações? É verdade. E Raminhos aproveita para visitar algumas estações e descobrir porque somos considerados por muitos o Metro mais bonito do Mundo. Próxima paragem: Avenida da Liberdade! É tempo de conhecer esta zona onde se encontram as grandes lojas de luxo, teatros e belos edifícios, muitos deles vencedores do Prémio Valmor. Raminhos vai até uma loja de calçado português que exporta sapatos para mais de 60 países.
Seguindo a dica de quem acompanha a "Missão: 100% Português" nas redes sociais sobre uma fábrica de iluminação nacional, Raminhos abandona a capital rumo ao Alentejo. É em Mora que visita a Arquiled, uma empresa portuguesa que desde 2005 é pioneira na iluminação LED, e é aqui também que faz uma descoberta... avassaladora. E já que se fala de iluminação, Raminhos passa também pela mítica Latoaria Maciel, os primeiros latoeiros oficiais da Coroa Portuguesa. Voltando a Mora, o Fluviário é paragem obrigatória. Este é um projeto dedicado aos ecossistemas de água doce e dá a conhecer a fauna de um rio ibérico. Raminho não pôde deixar de visitar a SEL - Salsicharia Estremocense, especialista em enchidos e presuntos de porco preto. Mais uma vez, descobre que tem dotes únicos nas artes culinárias e pondera montar um negócio.
É tempo de voltar a casa, mas Raminhos não resiste em fazer um desvio até Vendas Novas para se deliciar com uma tradicional bifana. O que será que têm estas bifanas de tão especial?
Durante 6 meses, António Raminhos irá, apenas, comprar e usar alimentos e produtos desenhados, fabricados ou idealizados em Portugal. Para esse efeito começou por esvaziar a sua casa de tudo o que não era100% Português. A dúvida era se, tirando a sua família, sobraria alguma coisa lá dentro.
António Raminhos tem como missão substituir todos os produtos, utensílios e objetos estrangeiros por produtos portugueses. Para isso iniciou uma busca por todo o território nacional e procedeu à análise da sua origem, do seu preço e da sua concorrência, falando com os seus vendedores e fabricantes.
Para conseguir realizar este desafio, António Raminhos conta com a ajuda da sua família e amigos. Ele tenta convencê-los a ajudá-lo e, ao mesmo tempo, que também eles procurem viver uma experiência semelhante, ou seja, que abracem a Missão: 100% Português.