3 Mulheres

Ep. 4

Play - 3 Mulheres

Ep. 4

Duração: 47min

Class.: 12AP

RTP1

1963-64
Snu, procura lidar com as idiossincrasias do país, com as dificuldades da língua portuguesa e começa a ler em português. Paralelamente, integra-se na família Abecassis, mas não está satisfeita com a passividade que atravessa a sua vida.
Maria Armanda responde afirmativamente ao apelo do seu amigo Sttau Monteiro para intercederem em favor do estudante preso, Gabriel, o filho do tipógrafo. Maria Armanda recorre a uma amizade de família e vê-se diante de um alto funcionário do Estado para defender Gabriel. As traduções que faz com o marido dão para sobreviver. Maria Armanda alimenta o sonho de escrever e entrar no jornalismo. Porém, o peso do dia-a-dia começa a afectar a relação amorosa.
Com a cumplicidade de Natália, e como estratégia de afirmação e publicidade, Ribeiro de Mello encena "O Teste", na Sociedade de Belas Artes, um evento que consiste num despique e leitura de poemas com aplausos cronometrados, opondo correntes literárias diferentes. Os apoiados por Ribeiro de Mello vencem "O Teste".
Snu, confrontada com o problema da censura através da leitura comparativa em francês e português de uma tradução de Ana Karenina, resolve fundar uma editora em Portugal: a Dom Quixote.
O jovem Gabriel, embora libertado, recebe a carta que anuncia a incorporação compulsiva no exército.
MAIS INFO"3 Mulheres" é uma série de ficção que, a partir das biografias e da intervenção cultural e cívica da poetisa Natália Correia, da editora Snu Abecassis e da jornalista Vera Lagoa (pseudónimo de Maria Armanda Falcão), recorda os últimos anos do Estado Novo - 1961 e 1973 - do início da Guerra colonial à véspera da Revolução de Abril. A ação e os percursos cruzados de mulheres como Snu, Natália e Maria Armanda, são um exemplo de coragem e compromisso com os tempos futuros.

Play - 3 Mulheres
Class.: 12AP RTP1

3 Mulheres de palavra fazem revolução "3 Mulheres" é uma série de ficção que, a partir das biografias e da intervenção cultural e cívica da poetisa Natália Correia, da editora Snu Abecassis e da jornalista Vera Lagoa (pseudónimo de Maria Armanda Falcão), recorda os últimos anos do Estado Novo - 1961 e 1973 - do início da Guerra colonial à véspera da Revolução de Abril. A ação e os percursos cruzados de mulheres como Snu, Natália e Maria Armanda, são um exemplo de coragem e compromisso com os tempos futuros.

duração total 47min
posição atual:
ir para o minuto:

episódios disponíveis

515498

Instale a aplicação RTP Play

Disponível para iOS, Android, Apple TV, Android TV e CarPlay