Ouvir
Antena 1 - Desporto
Em Direto
Antena 1 - Desporto

GB - Festival de Cinema Itinerante leva 10 filmes em Português à Guiné-Bissau

GB - Festival de Cinema Itinerante leva 10 filmes em Português à Guiné-Bissau

O Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa (FESTin) chega no sábado à Guiné-Bissau para exibir 10 filmes até 10 de dezembro, anunciou a organização.

O cartaz inclui formatos de curta, média e longa-metragem de ficção, animação e documentário.

"O Espinho da Rosa" de Filipe Henriques, rodado em 2013 em Portugal e na Guiné-Bissau, é a obra de ficção que abre a programação que passa na totalidade pelo Centro Cultural Português de Bissau, sempre a partir das 18:00.

A comédia "Assim, Assim" de Sol de Carvalho, passa também no sábado.

O domingo está reservado para "Impunidades Criminosas", fita de ficção de Sol de Carvalho rodada em Moçambique.

Na segunda-feira passa "Yetu - A Nossa Música" de Ulika Franco e na terça será a vez de ver "Quitupo, Hoyé", documentário de Chico Carneiro e Rogério Manjate sobre as descobertas de gás natural em Moçambique.

Segue-se, no mesmo dia, outro documentário: "Água para Tabatô", de Paulo Carneiro, rodado na Guiné-Bissau.

De Timor chega "Fraternuras", um debate sobre o estado da cultura do país, a exibir na quarta-feira, antes de "Jogo de Xadrez", um drama rodado no Brasil por Luís António Pereira.

No último dia passa a curta "Acalanto", adaptação do conto "A Carta" de Mia Couto e um "clássico" do cinema guineense: "Os Olhos Azuis de Yonta" de Flora Gomes, que conta a caminhada de afirmação da jovem Yonta, à semelhança do país que se tenta afirmar na década de oitenta.

O cartaz do FESTin na Guiné-Bissau inclui ainda um programa infantil que vai ser exibido entre segunda e quinta-feira, às 16:00, com a exibição de um longa-metragem e sete curtas de ficção e de animação.

As obras exibidas pelo FESTin têm como requisito fundamental serem faladas em Português e serem oriundas dos países que compõem a Comunidade dos Países Lusófonos (CPLP).