Comunidades

MUITO OBRIGADA! Lélia Pereira Nunes

Para Artur Goulart

MUITO OBRIGADA!Lélia Pereira Nunes
MUITO OBRIGADA!

Caro Artur, não hesitei em juntar a minha voz, vestida da palavra escrita, para manifestar os meus votos de parabéns no teu aniversário de 80 anos. Tal o motivo de verdadeira estima e amizade, de consideração e de respeito ao grande homem de cultura que és.
Hoje, 12 de Abril, cheia de alegria, alinho-me a esta malta de amigos, no alargado e forte abraço de cumprimentos por 80 anos de vida – nascido na Ilha de São Jorge, do amado Açores dos meus ancestrais.
Sim, aceitei de imediato, sem pensar duas vezes, é verdade. Quase um atrevimento diante de todos que, nesta data, de distante geografias e latitudes, correm a te cumprimentar.
Na verdade, o teu aniversário Artur serve de pretexto ou de motivo para um agradecimento. MUITO OBRIGADA. Não tem engano, é mesmo em letra maiúscula.
Das muitas voltas das nossas vidas há momentos que merecem serem lembrados para avivar a memória, reverenciar vivências partilhadas, matar saudade de quem partiu e homenagear uma amizade que o tempo tratou de estreitar mesmo tendo o Atlântico a nos separar. Felizmente, existe a Internet que, em tempo real, traz os amigos à nossa casa num delicioso “cavaquear”, fazendo desaparecer lonjuras e deixando emergir afetos.
Abril de 2014. Sebastião e eu fomos recebidos com grande cordialidade e fidalguia por ti e por tua Isabel para uma breve visita a linda e histórica Évora. Aliás, antes de mais nada, não posso deixar de referenciar o fausto almoço oferecido pelo querido casal. (Sebastião não me perdoaria tal esquecimento)
Dois dias. O poeta, o historiador, o Diretor do Museu de Évora, especialista em Arte Sacra, com imensa simplicidade quase encabulado da sua sabedoria apresentou-nos o esplendor de Évora e seu incomensurável patrimônio artístico e religioso. Voltamos ao Brasil, à nossa açoriana Ilha de Santa Catarina, encantados pelo tesouro monumental da história da Arte que nos deste a conhecer, sobretudo, ficamos felizes por conhecer mais do Artur Goulart, o admirável ser humano, o amigo atencioso, o investigador de grandes méritos e o seu inigualável trabalho de toda uma vida em benefício da Cultura Portuguesa, destacando a sua relevante contribuição ao desenvolvimento social e cultural de Évora e do Alentejo.
São momentos aqui relembrados que valem uma vida. Uma dádiva para agradecer.

Já o “amigo” é para guardar com carinho no lado esquerdo do peito, dentro do coração, tal qual diz a conhecida canção brasileira “Canção da América” de Milton Nascimento.
Muito obrigada Artur Goulart por 80 anos de vida e por tudo que tens acrescentado às nossas vidas. Marco de um viver, com tantas experiências, sabedorias e muitas histórias vividas que merecem o Amanhã.
Parabéns amigo, longa vida ao lado da tua querida Isabel.
Viva!
Lélia Pereira da Silva Nunes
Florianópolis, Ilha de Santa Catarina