Comunidades

Pedro Câmara -"A ilha, os outros, tu e eu" (Som)

AÇORIANIDADE 329/PorqueHojeEhSabado 2017.06.10 - [Pedro Câmara, "A ilha, os outros, tu e eu". Bartolomeu Dutra-"Sargaço" Organizado e leitura por Olegário Paz

A ilha, os outros, tu e eu

Quatro frações que de tão intimamente comungadas se confundem.
As ilhas em cada um de nós. Ou outros que povoam cada nosso soturno íntimo.
O pedaço oceânico reclama cada fôlego como espólio seu
E as vontades estendem-se voluntariosas até que praias desertas se inundem
De olhos que perscrutam o horizonte colossal, sorumbático, longínquo.

Hesitam em mim anelos de vindimar o teu nome.
Oscilam em mim anélitos de ceifar a voz dos outros.
Titubeiam em mim anseios de degolar o grito da ilha.
Porém, se a esperança vive e subsiste,
Todas as poeiras e tempestades, todas as areias e terramotos não vencem.
Moras em mim. Alimentas-te de mim. Rendi-me a ti.

Há notas que me emocionam, páginas que me chocam, palavras que me contagiam.
Há toques que me amedrontam.
E existes tu.

O teu toque intimida-me.
Os outros cobiçam-me.
A ilha aprova-me.

Sem vós não existo.


Pedro Câmara,
in Saliências,
Pastelaria Studios Editora, 2013.




Câmara, Pedro Paulo (1980), professor, escritor, poeta, natural da freguesia de Ginetes, ilha de São Miguel, trabalha na cidade de Ponta Delgada.