Comunidades

Rememorando...Em Louvor dos Livros de JOSÉ ANDRADE

Rememorando...Em Louvor dos Livros de JOSÉ ANDRADE

Quando da realização da “FESTA DO LIVRO DOS AÇORES”, decorrente no último mês de Julho na cidade de Ponta Delgada,Açores,o coordenador do evento,jornalista José Andrade no editorial do "Jornal da Festa do Livro dos Açores',publicação distribuída ao público naquela oportunidade,falou da importância da realização daquela festa cultural em torno do livro.
Passados quase 50 dias da exitosa Festa do Livro ainda soam proféticas as suas palavras que agora reproduzo. Registrem: "podem ler e guardar" - que elas são prenúncios de um vento benfasejo, alvissareiro que permeia tudo e vai sacudir a produção literária, abrindo novos caminhos e dando passagem às vozes que chegam com qualidade e talento criativo.
Só durante a Festa do Livro seis novos livros açorianos foram lançados e outras publicações regionais igualmente apresentadas durante o evento e aqui cito-os: “Açorianos Ilustres”, da autoria de Augusto Cymbron;“Santa Maria – Momentos na Ilha dos Fósseis”, da autoria de José L. Diniz, com prefácio de Sérgio Ávila; a redição da obra-prima de Manuel Ferreira, “O Barco e o Sonho – Conto Açoriano / The Boat and theDream – An Azorean Short Story”;as obras “Verde Azul Sete Cidades: Landas Contos e Factos”, de Jorge Arruda, e “Vulcão das Sete Cidades, História Natural – Um Guia”, de Victor Hugo Forjaz em sessão promovida pela Câmara Municipal de Ponta Delgada; “Álbum Micaelense – Memórias e Factos” a nova obra de José de Almeida Mello, com prefácio de António Machado Pires.Destaca-se o lançamento de duas novas obras de genealogia açoriana, da autoria de António Ornelas Mendes: “Tavares Carreiro – Uma Família Micaelense” e “Rodrigues, Moniz Falcão, Cordeiro Neves e outras famílias da Maia, da Relva, de Ponta Delgada e desta aos sertões de Pernambuco e à Terra da América”. Apresentados,também: “A Costa da Povoação”, “Na Memória do Tempo” e “Paraíso da Ilha” de autoria de João Cordeiro, da Povoação; “Ilhéu de Vila Franca do Campo: O Vulcão Perfeito” de António Frias Martins e Victor Hugo Forjaz,bem como obras de auores do Concelho da Lagoa (Instituto Cultural Pe.João José Tavares),Câmara do Nordeste e a Câmara Municipal da Ribeira Grande.
Se só nesta primeira Festa do Livro tantas obras vieram ao público,graças ao olhar visionário da Nova Gráfica (leia-se Publiçor/Letras Lavadas e Ernesto Resendes)em parceria com a CM de Ponta Delgada e a CCIPDL e o apoio fundamental de entidades públicas e privadas.
Imaginem o que mais vem por aí...

Depois deste preâmbulo...a palavra "Em Louvor dos Livros ",editorial do jornalista José Andrade, Diretor Editorial da Letras Lavadas :

2017 é um ano importante para o livro nos Açores.Nos 35 anos da Nova Gráfica e no 10º aniversário da sua editora Publiçor com a chancela Letras Lavadas, o grupo gráfico e editorial dirigido por Ernesto Resendes organiza duas iniciativas marcantes de interesse público e participação abrangente.
Primeiro, foi o “FÓRUM DO LIVRO DOS AÇORES”. Decorreu em abril na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, valorizando as comemorações do Dia Mundial do Livro. Mereceu a participação interessada de mais de 500 pessoas em três dias de reflexão e debate
sobre as potencialidades e os constrangimentos do livro açoriano, com a intervenção de três dezenas de autores em seis diferentes painéis temáticos. Foi organizado em parceria com a Direção Regional da Cultura, a Câmara Municipal de Ponta Delgada e a RTP/Açores. Incluiu a edição da obra O Livro dos Livros, com retrospetiva dos mais de 1000 títulos impressos na Nova Gráfica,dos quais mais de 200 em edição Publiçor/Letras Lavadas, ao longo da última década.
Agora, é a “FESTA DO LIVRO DOS AÇORES”. Decorre em julho na frente litoral da cidade de Ponta Delgada, enriquecendo a animação cultural das Noites de Verão. Visa a divulgação e a comercialização dos livros de autoria e/ou temática açorianas e conta com a participação alargada de diferentes entidades editoras de caráter público e privado, além das próprias edições de autor.
Resulta da parceria logística com a Câmara Municipal de Ponta Delgada e a Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada e merece ainda o envolvimento direto dos demais municípios da ilha de São Miguel. O seu programa compreende sessões culturais, lançamentos bibliográficos,tertúlias literárias, momentos de música e poesia.
Inclui a edição deste Jornal da Festa do Livro dos Açores, com importantes entrevistas e interessantes testemunhos em louvor do livro para memória futura.
2017 é um ano importante para o livro nos Açores.
Os próximos poderão ser ainda mais…