COVID-19

A transmissão local vai acontecer, resta controlá-la, diz Tiago Lopes (Vídeo)

A Autoridade Regional de Saúde afirma que até agora todos os casos positivos são importados, mas que será provável o aparecimento de cadeias de transmissão locais.

Dos 13 casos suspeitos de ontem oito tiveram resultados negativos, três positivos, um mostrou-se inconclusivo e um ainda aguarda resultados.

Dos 44 casos suspeitos que foram registados até às 00h de hoje, 11 já foram analisados como negativos, dois positivos, cinco aguardam resultados e 26 aguardam colheita. Assim sendo, existem de momento 33 casos suspeitos e 1980 pessoas em vigilância ativa.

Existem na região 17 positivos, todos clinicamente estáveis. Apenas quatro estão em internamento hospitalar, três no Hospital de Santo Espírito da ilha Terceira e um no Hospital da Horta.

A Autoridade Regional de Saúde esclarece que estão a ser feitos mais testes e, por isso, os números de casos positivos e suspeitos estão a aumentar.

A Secretaria da Saúde em conjunto com a Secretaria do Turismo fizeram um levantamento de forma a recolher a identidade de todos os açorianos que haviam viajado no navio de cruzeiro ao Dubai. Isto porque os sete casos positivos de São Jorge e os dois, mais recentes, detetados em São Miguel eram passageiros desta viagem. No total foram detetadas 17 pessoas, sendo que todas já foram sinalizadas pelas Autoridades Regionais de Saúde. A região também já emitiu o alerta às entidades nacionais e internacionais para que sejam sinalizados os restantes passageiros.

Tiago Lopes também esclareceu que se tratou de um equívoco, o anúncio por parte da Direção Geral de Saúde de um óbito pela Covid-19 nos Açores. Afirmou que diariamente é feito um ponto de situação entre a entidade regional e nacional e pediu para que a população se mantivesse informada pela fonte regional que diz ser a mais fidedigna.

Ao contrário do que está a ser feito a nível nacional o Diretor Regional da Saúde diz que a nível regional não deverá ser feito um escrutinamento dos números de infetados ou suspeitos por concelho.

A Autoridade Regional de Saúde afirmou que esta semana será determinante para o que poderá ser o surto na região. Acrescentando que neste momento não existem cadeias de transmissão locais, mas que possivelmente irão aparecer. No entanto, Tiago Lopes afirma que a região ainda te condições para conter esta transmissão.

A PSP e a GNR já estão em colaboração com as autoridades regionais, de forma a controlar as medidas de quarentena e isolamento social.

Tiago Lopes terminou pedindo desculpa aos açorianos pelos constrangimentos provocados pela falta de voos.

RTP/Açores