COVID-19

Fabrico de bens essenciais não sente consequência da pandemia (Vídeo)

A produção das padarias não diminuiu. Como habitual, a primeira fornada sai às 2h da manhã e o processo repete-se 15 vezes durante o dia.

Já na pastelaria o cenário é diferente. A produção reduziu para um terço.

Equipados com segurança, houve uma necessidade de adaptação no funcionamento da empresa, com o confinamento de cada setor à sua área laboral.

Em tempo de pandemia, a profissão de padeiro é uma das que não para e até tem inspirado os que estão em casa. Hugo Goulart não considera que a situação que atravessamos seja uma ameaça ao setor.

RTP/Açores