COVID-19

Laboratório do Hospital de Ponta Delgada capacitado para testes de despiste

O número de recursos humanos na Unidade de Genética Molecular foi aumentado, o que possibilitou o reforço da capacidade instalada do laboratório.

Laboratório do Hospital de Ponta Delgada capacitado para testes de despiste
O laboratório da Unidade de Genética e Patologia Molecular do Hospital do Divino Espírito Santo, de Ponta Delgada, está, a partir de hoje (26 março), capacitado para fazer testes de rastreio à COVID-19, anunciou a Secretária Regional da Saúde.

“Na sequência do trabalho que temos desenvolvido nas últimas semanas, já é possível fazer testes laboratoriais aos casos suspeitos de infeção pelo novo coronavírus SARS-CoV-2 na ilha de São Miguel”, salientou Teresa Machado Luciano.

Segundo disse, além do investimento na melhoria das instalações, foi aumentado o número de recursos humanos afetos à Unidade de Genética e Patologia Molecular, possibilitando o reforço da capacidade instalada do laboratório.

À semelhança do procedimento realizado no laboratório da ilha Terceira, os primeiros 5 testes negativos e os primeiros 5 testes positivos realizados no laboratório da ilha de São Miguel terão de ser sujeitos a contra-análise no Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge, em Lisboa.

O Serviço Regional de Saúde passa, assim, a contar com dois laboratórios de referência para COVID-19, designadamente o de Ponta Delgada e o do Serviço Especializado de Epidemiologia e Biologia Molecular do Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira, “reforçando o seu grau de prontidão para prevenção e contenção da transmissão do novo coronavírus e a segurança da população”, referiu Teresa Machado Luciano.

O Hospital do Divino Espírito Santo encetou os melhoramentos necessários à capacitação do seu laboratório para realização de análises laboratoriais ao coronavírus SARS-CoV-2, que causa a doença COVID-19, na sequência de recomendações elaboradas pelo Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge no início de março.


- GaCS