COVID-19

Região foi muito além das medidas impostas pela República, diz Tiago Lopes (Vídeo)

A Autoridade Regional de Saúde lembra que a Região foi criticada pela República devido às medidas restritivas que adoptou para as ligações aéreas.

© SNS


O governo regional deu instruções à Sata para suspender voos entre ilhas e dos Açores para o Continente, a partir desta quinta-feira.

Tiago Lopes voltou a fazer esta tarde um balanço da pandemia nos Açores.

Dos 15 casos suspeitos apresentados ontem, oito foram negativos, um positivo e os restantes aguardam recolha e/ou resultado. 

A região tem neste momento 14 casos suspeitos e três casos positivos de Covid-19. Dois encontram-se no Hospital de Santo Espírito da Ilha Terceira e um no Faial.

Estão 594 pessoas em vigilância ativa, 156 relacionadas com os dois primeiros casos positivos. Ainda estão a ser identificadas as pessoas relacionadas com o terceiro caso positivo. No entanto, existe um caso suspeito com ligação direta à mulher de 24 anos residente no Faial. 

O terceiro caso positivo está em quarentena desde o dia que aterrou na Horta, tendo sido triado no aeroporto. 

À semelhança dos outros dois, é um caso importado do exterior, tendo realizado uma viagem pela Europa com duração de duas semanas.

Para além das unidades hospitalares as unidades de saúde de ilha também estão preparadas para receber utentes e a unidade de saúde de ilha de São Miguel tem internado um caso suspeito.

Tiago Lopes explica que as ilhas não vão ficar isoladas, os transportes aéreos e marítimos de cargas vão manter-se e as deslocações de passageiros vão ser asseguradas em casos urgentes. 

A Autoridade de Saúde Regional preparou um plano de contingência para as famílias que será disponibilizado no sítio online do Governo e será enviado para as Juntas de Freguesia e Casas do Povo, para que as famílias saibam o que devem fazer neste período de restrições.

Já estão no ativo centros de rastreio com capacidade de recolha de amostra biológica em Santa Maria e São Miguel, o que não invalida a capacidade de recolha domiciliar. As medidas estão tomadas para que se coloque um em funcionamento, na ilha Terceira, caso seja necessário, neste momento esse processo está a ser articulado com o hospital local. 

A Linha de Saúde Açores passa a ser gratuita a partir de hoje. 

O Diretor Regional da Saúde disse ser espectável que apareçam outras medidas por parte do Governo da República, e que o decréscimo nos números de passageiros tem tido uma diminuição bastante significativa. 

Tiago Lopes, Autoridade Regional de Saúde, disse ainda que os Açores não esperaram para ser decretado o estado de emergência, tomaram decisão que foram para além das da República e foram criticados por isso, principalmente pelas restrições aéreas que quiseram implementar.

No fim da intervenção, Tiago Lopes agradeceu à população pela adesão crescente às medidas de autoproteção.

RTP/Açores