Cultura

Instituto Histórico promoveu conferência sobre emigração da Terceira para o Brasil (Vídeo)

Membro da academia portuguesa da história, Maria de Fátima Reis investigou as motivações dos emigrantes e os processos usados pela igreja católica para manter o reduto doutrinário.

© SIARAM

Num tempo histórico em que os açorianos também emprestaram mão-de-obra e o saber-fazer, o Brasil e a Coroa portuguesa dominavam o mercado do açúcar. A historiadora Maria de Fátima Reis, da academia portuguesa da história, procura descobrir as motivações da emigração das ilhas para o Brasil.

Em paralelo importa descobrir - sustenta Maria de Fátima Reis - a instituição no Brasil, do Santo Ofício e outros mecanismos usados pela igreja católica, utilizada para preservar o reduto doutrinário.

Da ilha Terceira para o Brasil: comércio, heresia e representação em tempos de reforma católica, é o tema que ocupa Maria de Fátima Reis.

Uma conferência que surge por iniciativa conjunta do Instituto Histórico da Ilha Terceira e da Academia Portuguesa da História.

RTP-Açores