Economia

500 cabeças de gado à espera de abate na Terceira

Há mais de 500 cabeças de gado bovino à espera de serem abatidas, na ilha Terceira, por falta de sala de desmancha

500 cabeças de gado à espera de abate na Terceira

Os produtores de bovinos dizem estar a atravessar uma situaçao de profundo desespero.

A situação foi agravada com o facto da sala de desmancha da Unisap ter estado encerrada, no início da semana.

Os problemas de escoamento são graves e há muito tempo que existe a intenção de apostar na exportação de carne em carcaça, mas, os circuitos de comercialização não estão a funcionar.

A Unisap, a empresa criada pela Unicol e a Sapju, para gerir a sala de desmancha do matadouro da Terceira, reduziu, na última semana, o abate de 90 para 40 cabeças de gado.

Cerca de 30 produtores do agrupamento de criadores de raças de carne da Terceira têm 200 cabeças de gado para abater, mas não conseguem.

José Cipriano, responsável por este núcleo de criadores, já afirmou que a situação é de desespero profundo, tendo mesmo procurado várias alternativas, mas não há solução para escoar o gado e a proximidade da época da seca vai agravar ainda mais o cenário.

Francisco Faria / Carlos Tavares