Economia

Advogado duvida do financiamento para a incineradora de São Miguel (Som)

A empresa de gestão de resíduos de São Miguel (MUSAMI) está em litígio com a Termomeccanica no tribunal administrativo, por causa da adjudicação da incineradora a uma empresa concorrente.

O financiamento para a incineradora de S. Miguel ainda não está assegurado, diz o advogado da empresa italiana Termomeccanica, empresa que foi preterida aquando do concurso para a contrução da central.

A MUSAMI diz ter urgência em ultrapassar o litígio com a empresa italiana, sob pena de perder fundos comunitários, mas Moreira da Silva afirma que nem sequer há fundos comunitários garantidos e acrescenta que existem ainda várias condicionantes para a obtenção desse financiamento. 

O prazo para a construção da incineradora foi alargado em 6 meses, até Julho de 2020, e o projeto está orçado em 89 milhões de euros.

Antena 1 Açores