Economia

Bastos e Silva diz que tarifas a sessenta euros podem ser realidade ainda este ano (Vídeo)

O governo tem um entendimento com a Direção Geral da Concorrência Europeia sobre o processo de devolução dos aumentos de capital na Sata, tidos como ajudas de Estado.

São 73 milhões de euros que a Sata terá de devolver.

A Região tenciona pagar à companhia uma dívida de 52 milhões de euros e injectar na empresa (se a União Europeia aceitar) 19 milhões por causa dos prejuízos causados pela pandemia 

Com esse dinheiro a empresa poderá devolver as ajudas de Estado.

A dívida do governo à Sata reporta-se a obrigações de serviço público, explicou o Secretário das Finanças numa entrevista à RTP-Açores.

Bastos e Silva admitiu que a Região não está em condições de iniciar a reestruturação da Sata enquanto não ocorrer a devolução dos aumentos de capital.

O secretário regional explicou que a transportadora aérea não pode ter linhas sem rentabilidade que nem são serviço público.

O governante mantém a promessa de fixar tarifas de sessenta euros nas viagens entre ilhas e garantiu que isso pode avançar já este ano.

Telejornal