Economia

Empresários da restauração de portas fechadas há 15 dias (Som)

Alguns estabelecimentos encerraram ainda antes da entrada em vigor do Estado de Emergência com medo de receber turistas.

© azores.gov.pt

Há empresários que conseguem garantir os salários de março, mas outros não. Vão ter que decidir entre pagar vencimentos e fornecedores.

Pedem ao Governo medidas de apoio no imediato e menos burocracia,

Há um rol de pagamentos a fazer e sem entrada de qualquer receita. Em causa está o futuro dezenas de famílias.

Antes de entrar em vigor o Estado de Emergência, vários restaurantes que fecharam as portas, em Ponta Delgada. Foi o medo de receber turistas, confessa Luís Santos.

No Pico, Daniel Rosa garante o pagamento de março aos oito funcionários. Em abril vai ter que decidir se paga a fornecedores ou continua a pagar aos colaboradores.

Epidemia da Covid-19 arrasa com o sector da restauração nos Açores. O Estado de Emergência fecha cafés e restaurantes, a retoma é agora uma incógnita.

Antena 1 Açores