Economia

Farfalha novamente acusado pelo Ministério Público (Som)

Condenado em 2005 por envolvimento sexual com menores, Farfalha cumpriu pena, mas volta a estar na mira das autoridades.


O jornal Açoriano Oriental escreve hoje que o Ministério Público acusa o homem de três crimes de violação de menores e de tráfico de estupefacientes agravado.


Os factos remontam ao ano de 2017, altura em que os três ofendidos tinham menos de 18 anos de idade.

Terão sido constrangidos a manterem actos sexuais contra a sua vontade.

Existe ainda a suspeita de que os actos foram mantidos mediante a entrega de droga, pequenas quantias de dinheito e telemoveis.


Os actos sexuais terão sido praticados em locais isolados, no concelho da Lagoa,, mas também na famosa garagem do Farfalha,   


O arguido que se encontra aposentado por invalidez, foi condenado, em 2005, pelo Tribunal Judicial de Ponta Delgada pela prática de vários crimes de abuso sexual de crianças, de abuso sexual de adolescentes, de violação e de actos exibicionistas, na pena única de prisão de 14 anos.

Antena 1 Açores