Economia

Farmácias em protesto (Som)

Esta tarde, durante 23 minutos, vão paralisar para protestar contra a falta de comparticipação do Estado na prestação de serviços como a dispensa de medicação hospitalar.

É o tempo que está reservado ao debate, no parlamento da República, sobre a petição "Salvar as farmácias, cumprir o Serviço Nacional de Saúde".

A paragem é um protesto, simbólico, e estende-se à Região.

As farmácias vão deixar de garantir serviços como a dispensa de medicação hospitalar, por alegada falta de comparticipação do Estado.

Antena 1/Açores