Economia

Mário Fortuna diz que endividamento zero não pode ser um dogma (Vídeo)

O presidente da Câmara do Comércio e Indústria de Ponta Delgada discorda do endividamento zero proposto pelo Governo Regional no Orçamento para o próximo ano.


O economista Mário Fortuna fala em exagero, diz que a redução do endividamento deveria ser feita de forma gradual e espera que a medida não seja um dogma.

Telejornal