Economia

Obrigações de serviço público para o transporte aéreo contestadas pelos empresários do Faial (Som)

A Câmara de Comércio da Horta pediu explicações ao governo regional sobre as obrigações de serviço público para o transporte aéreo interilhas nos próximos cinco anos.

Aeroporto da Horta





O governo propõe um aumento substancial das ligações diretas com São Miguel , quer do Pico , quer do Faial.

Os empresários temem a centralização dos voos em Ponta Delgada e a entrada e saída dos passageiros para o exterior por São Miguel em detrimento das gateways do grupo central.

Em declarações à Antena 1 Açores, o presidente da câmara de comércio, David Marcos, disse ainda que o governo tem de explicar que se continua a apostar nas cinco gateways ou se pretende concentrar voos em São Miguel.

Também a Câmara de Comércio de Angra do Heroísmo deu parecer negativo à proposta do executivo sobre as obrigações de serviço público.

Antena 1 Açores