Economia

Provise vai regularizar pagamentos até ao final de julho (Vídeo)

A garantia foi dada pelo administrador da empresa aos deputados da Comissão de Economia.

© provise.pt

Carlos Carvalho adianta que, dos 600 mil euros em atraso, faltam liquidar 85 mil euros.

Desde maio que a Provise tem novos administradores com o principal objetivo de recuperar a empresa. Por isso, o primeiro passo foi efetuar os pagamentos em atraso há vários meses.

O novo administrador realça que todas as verbas são da responsabilidade dos acionistas, já que a empresa não conseguiu aceder aos apoios públicos no âmbito da pandemia.

Carlos Carvalho disse também que houve uma redução da sua carteira de clientes nestes meses de confinamento a rondar os 15%.
Alguns privados tiveram dificuldade de pagamento. No âmbito público, a SATA, empresa com a qual a Provise renovou o contrato, é a que deve mais.

O projeto de resolução do PSD, que recomenda ao Governo Regional que desenvolva diligências junto do Governo da República para permitir o abastecimento das aeronaves com passageiros a bordo na aerogare das Lajes, também esteve em análise na Comissão de Economia.

RTP/Açores