Economia

Saúde e Acessibilidades prioritárias para o Conselho de Ilha de São Jorge (Vídeo)

Depois da análise ao Plano e Orçamento, os conselheiros duvidam que as verbas inscritas sejam suficientes para cumprir as promessas do executivo regional, liderado por José Manuel Bolieiro.

© SIARAM

Na última visita estatutária, o governo garantiu o a fixação de um ferry na Vila das Velas, para assegurar a ligação diária com São Roque do Pico, mas os membros do Conselho de Ilha de São Jorge não veem isso refletido no Plano e o Orçamento.

A Saúde é outra das áreas que preocupa o Conselho de Ilha. Os conselheiros suspeitam que as verbas previstas no Plano não chegam para garantir a fixação de médicos de família e a deslocação de médicos de especialidade, prometidas pelo Governo regional.

Além das dúvidas em relação aos investimentos na Saúde e nas Acessibilidades, o Conselho de Ilha de São Jorge está preocupado com a manutenção das estradas, no norte da ilha, e com desinvestimentos na agricultura.

Na esperança de que o que está contemplado possa ser executado, os membros que compõem o Conselho de Ilha de São Jorge deram o benefício da dúvida e, decidiram não se opor ao Plano e Orçamento do XIII Governo Regional dos Açores para 2022.

Telejornal