Graciosa Online

Anti-corrupção

Chega Açores pede informações sobre o "caso PRODIB"

Anti-corrupção


O Chega Açores vai solicitar "esclarecimento sobre o caso tornado público no dia 19/01/2021 no jornal das 8h30, sobre um suposto arquivamento de perda de mandato, contra autarca da Ilha da Graciosa".

"Está em causa o estranho arquivamento de um processo que poderá levar à perda de mandatos, na Câmara de Santa Cruz da Graciosa, resultante de uma investigação conduzida por três inspetores da Inspeção da Administração Pública Regional", lembram os deputados Carlos Furtado e José Pacheco.  

Os deputados do Chega Açores recordam que "a investigação determinou existir conflito de interesses e falta de transparência, numa transferência verbas, que foi realizada dos cofres do município para uma Associação Cultural local, gerida pelo filho do presidente e por dois autarcas. 

O caso foi arquivado por ordens do Inspetor Regional da Administração Pública, contra a determinação dos inspetores que realizaram a investigação". 

"O Chega Açores vem repudiar publicamente este caso, que comprova a necessidade urgente de criar o gabinete de luta contra a corrupção. O Chega Açores recorda que esta foi uma das exigências do partido para viabilizar o atual Governo Regional dos Açores", concluem os deputados regionais do Chega.