Graciosa Online

Atraso de 3 anos

Obra na proteção costeira da Barra deve terminar em setembro

Atraso de 3 anos


O Secretário Regional do Mar, Ciência e Tecnologia afirmou hoje que “a maior obra de proteção da orla costeira que está a decorrer, neste momento, nos Açores” é a empreitada da Barra, na ilha Graciosa, num investimento de 7,5 milhões de euros, adiantando que a sua conclusão “está prevista para setembro”.

Gui Menezes salientou, no entanto, que “é necessário que os mergulhadores abram uma vala subaquática para a colocação de ‘accropodes’”, estruturas de proteção de betão, acrescentando que, “nesta altura do ano, a execução destes trabalhos é muito difícil devido à força do mar”.

Importa recordar que esta obra foi adjudicada em agosto de 2016 e tinha um prazo de execução de 18 meses.

O Secretário Regional falava aos jornalistas à margem de uma visita à obra de proteção da muralha da Vila da Praia da Graciosa, onde acompanhou o Presidente do Governo, Vasco Cordeiro. 

Segundo o Secretário Regional, a obra de proteção da Muralha da Praia era “há muito ansiada pelos moradores” daquela zona e era “uma obra necessária”.

Gui Menezes referiu que esta estrutura “estava com fragilidades na sua base, tendo-se optado por duas soluções”. Do lado sul, foi colocada uma estrutura de betão aderente à muralha, enquanto do lado norte se optou por um enrocamento, tendo também sido construído um passadiço, numa extensão de quase 200 metros.

O principal objetivo da empreitada, concluída em agosto do ano passado, num investimento de mais de 170 mil euros, era travar a degradação da estrutura da muralha causada pelo mar. Segundo Gui Menezes, a empreitada contribuiu para “a preservação da parte antiga” da muralha, dado que, “com alguma frequência, era necessário fazer enchimentos com algumas locas, que iam fragilizando a estrutura”.

A construção do passadiço na zona do enrocamento pretendeu também valorizar a Praia enquanto zona de lazer, requalificando a frente mar da freguesia de São Mateus. Gui Menezes adiantou que o Executivo açoriano prevê arrancar este ano com a obra de proteção costeira da zona dos Fenais, também em São Mateus, local que visitou quarta-feira, no âmbito da visita estatutária do Governo à Graciosa.


Fonte: GaCS