Graciosa Online

Certificação

AFAH lamenta o estado do relvado e luz artificial do Guadalupe

Certificação


A Associação de Futebol de Angra do Heroísmo (AFAH), através da sua Subcomissão de Certificação, está a promover visitas técnicas aos clubes das três ilhas sob a sua jurisdição e que estejam envolvidos neste Processo. 

SC Praiense e GD Fontinhas, nesta ronda de visitas, na ilha Terceira, receberam a Comissão Nacional de Certificação, da Federação Portuguesa de Futebol (FPF), que se fez acompanhar pela Subcomissão da AFAH. 

De seguida, a Subcomissão visitou vários clubes na ilha Graciosa, a saber: GD Mocidade Praiense, SC Marítimo, Graciosa FC e SC Guadalupe. Nos próximos dias, as visitas serão estendidas aos clubes de São Jorge. 

Maurício Toledo, vice-presidente adjunto da Associação e responsável pela pasta da Certificação, após os trabalhos na ilha Graciosa, destacou o “grande interesse demonstrado por todos os clubes em relação ao Processo de Certificação de Entidades Formadoras. 

Eles acreditam que este será o futuro, o caminho para que os clubes possam estar ainda mais organizados”. Para Maurício Toledo é motivo de grande satisfação verificar a juventude presente nas direções dos clubes, dado o grande défice de voluntários para assegurarem o futuro das instituições. “É de saudar. A Graciosa está de parabéns”, referiu. 

A Subcomissão destaca as boas instalações dos clubes, tendo em conta as exigências do Processo. No entanto, Maurício Toledo não deixou de lamentar o estado do relvado e da luz artificial do campo do SC Guadalupe, acrescentando que “está em risco para a prática de futebol no futuro, pondo mesmo em perigo a integridade física dos atletas”, referindo, de seguida, que “sendo um clube tão bem organizado, é uma pena treinar e jogar naquelas condições”. 

Dito isto, o dirigente da AFAH mostra-se confiante de que num futuro próximo todos os clubes na ilha Graciosa possam estar certificados, no mínimo, como Centro Básico de Formação. 





Curso em Suporte Básico de Vida (SBV) 




Ainda no âmbito do Processo de Certificação, a AFAH organizou, no passado fim de semana, o primeiro curso em Suporte Básico de Vida, na ilha Graciosa, onde todas as vagas foram preenchidas, e, assim, combateu-se mais uma lacuna que havia nos nossos clubes graciosenses. 

“Neste momento, podemos garantir que todos os clubes têm pessoas qualificadas para as emergências que possam ocorrer nos campos desta ilha. Por agora, aguardamos o apoio por parte da autarquia para dotar a suas instalações desportivas com Desfibriladores Autónomos Externos, visto já terem pessoas com qualificações para operarem com os equipamentos”, concluiu Maurício Toledo.




Fonte: AFAH