Graciosa Online

Formação na saúde

Rui Luís afirma que chegou a 1.400 profissionais de Saúde em dois anos

Formação na saúde


O Secretário Regional da Saúde destacou hoje, em Santa Cruz da Graciosa, a aposta clara do Governo dos Açores na qualificação dos profissionais afetos ao setor da saúde para se obter ganhos, nesta área, junto da população. 

“Só nos últimos dois anos, foram realizadas 115 ações de formação destinadas a cerca de 1.400 profissionais da área da Saúde, versando temas relacionados com a prevenção e a promoção da saúde”, afirmou Rui Luís, em declarações à margem do workshop 'Promoção da Saúde, Práticas de Trabalho e de Estilos de Vida Saudáveis', destinado a funcionários públicos, e realizado no âmbito da visita estatutária do Governo. 

As ações promovidas pelas Unidades de Saúde de Ilha resultam também dos módulos ministrados aos formadores de cada unidade, através dos Planos de Formação das direções regionais da Saúde e de Prevenção e Combate às Dependências. Os planos de formação da Secretaria Regional da Saúde são preparados anualmente de acordo com as necessidades identificadas, versando temas como a Saúde, a Higiene e Segurança, o Programa Regional de Vacinação e a Prevenção do Consumo de Substâncias Psicoativas. 

“O Governo Regional está determinado na capacitação dos profissionais, quer sejam da área da saúde ou de outras áreas, para serem os agentes motivadores de si próprios, dos colegas, dos utentes, o que resultará em benefícios para a saúde, individuais e comunitários”, frisou Rui Luís. 

Esta ação de sensibilização promovida pela Unidade de Saúde da Ilha Graciosa, abrange 54 funcionários de diferentes serviços públicos. O titular da pasta da Saúde sublinhou que “qualquer organização bem-sucedida tem por base funcionários saudáveis e um ambiente de trabalho estimulante”, acrescentando que “o cultivo do conhecimento e das condições capazes de gerar estilos de vida saudáveis contribuem decididamente para esta realidade”. 

Rui Luís lembrou ainda que estas ações de sensibilização, dirigidas a profissionais de diferentes setores, estão alinhadas com as políticas públicas de saúde implementadas, quer através do Plano Regional de Saúde e da Saúde Escolar, quer de uma forma mais dirigida através de programas e planos de ação setoriais. 

“Avançámos, já nesta legislatura, com o Plano de Ação para a Redução dos Problemas Ligados ao Consumo do Álcool, o Plano de Ação de Combate ao Tabagismo, o programa Domicílios e Carros Sem fumo e o Programa Regional para a Promoção da Alimentação Saudável, que terão efeitos a médio e longo prazo”, salientou o Secretário Regional. 



Fonte: GACS