Graciosa Online

Menos eleitores

Candidatos do PSD preocupados com a redução de recenseados na Graciosa

Menos eleitores


Os candidatos do PSD pela ilha Graciosa expressam enorme preocupação pelos dados agora conhecidos sobre a redução em 11%, em apenas 4 anos, do número de eleitores da ilha Graciosa que se reduziu em 475 cidadãos recenseados. 

"Estes valores são de longe os mais altos dos Açores e infelizmente revelam que a Graciosa tem vindo a perder parte importante da sua população como resultado das políticas erradas dos últimos anos relativamente à ilha e uma atitude do Governo Regional passiva perante os desafios que nos são colocados", refere uma nota do PSD.

"Os candidatos do PSD Graciosa não se conformam com esta situação e estão empenhados em lutar para que haja uma nova confiança no futuro. Com uma nova maioria e com deputados do PSD eleitos pela Graciosa teremos uma nova atenção e políticas dirigidas à fixação de pessoas na nossa ilha. Através de políticas que apostem no potencial da nossa terra, desenvolvendo um sistema de transportes eficaz, com apoios à produção e transformação dos nossos produtos da terra e do mar, que criem empregos com futuro, também apostando nas novas tecnologias, para que os nossos jovens possam regressar e para que mais pessoas se possam fixar na Graciosa, temos a esperança de que é possível alterar esta realidade", afirmam os social democratas.

"Os candidatos do PSD pela Graciosa reiteram que esta preocupação com estes números de perda de população transmitem a necessidade de maior empenho na defesa dos interesses da nossa ilha e uma atitude ainda mais pró-activa em propostas e soluções. Estamos confiantes que podemos fazer mais e melhor e essa confiança só pede aos Graciosenses uma oportunidade para podermos ter novas políticas e novo ânimo. A Graciosa merece melhor e com a força das convicções e a confiança no PSD vamos dar a volta por cima", concluiu a referida nota.


NÚMERO DE ELEITORES

De acordo com a Lusa, São Miguel, que elege 20 deputados, conta com 127.947 eleitores, mais 741 do que em 2016. 

Segue-se a Terceira, com 10 deputados e 52.498 eleitores (+39), o Pico, com quatro deputados e 13.613 votantes (+117), o Faial, com também quatro parlamentares e 13.019 eleitores (o mesmo número do que em 2016), São Jorge, com três deputados e 8.710 inscritos (+62), Santa Maria, três deputados e 5.393 votantes (-106), a Graciosa, com três deputados e 3.936 eleitores (-475) e Flores, que também elege três deputados, com 3.119 votantes (-68). 

O Corvo, vai eleger dois deputados e conta com 337 eleitores, mais três do que há quatro anos.