Graciosa Online

“Notícia falsa”

Presidente da Associação de Pescadores Graciosenses nega crimes

“Notícia falsa”


O Presidente da Associação de Pescadores Graciosenses emitiu um comunicado, citado hoje pelo jornal Açoriano Oriental, a negar a eventual prática de crimes económicos. 

Lázaro Silva, segundo avançou a Antena 1 Açores, está a ser investigado pela Policia Judiciária por suspeita de crimes de peculato e desvio de subsídios. 

“É falsa a notícia de que senhor Lázaro Silva terá subtraído somas de dinheiro ou terão desaparecido somas de dinheiro da Cooperativa Piscatória Açoreana”, refere o comunicado escrito pelo advogado Vitor Lima Ferreira que representa o Presidente da Associação de Pescadores Graciosenses, acrescentando que não foram praticadas violações aos estatutos desta associação.  

“Em momento algum e ao contrário do difundido, se verifica qualquer incumprimento estatutário, nem qualquer ordenado em atraso na Cooperativa Piscatória Açoreana, nem na Associação de Pescadores Graciosenses”, sublinha o advogado de Lázaro Silva.  

O comunicado refere ainda que também não existiu qualquer irregularidade na repartição de quotas de pescando, garantindo que sempre agiram de acordo com os critérios legais e com a supervisão da Secretaria Regional do Mar, Ciência e Tecnologia.