Graciosa Online

Processo longo

Antiga Escola do Bom Jesus foi cedida para recuperação

Processo longo


A Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa aprovou nesta quinta-feira, por unanimidade, a cedência do edificio da antiga escola primária do Bom Jesus, a titulo definitivo, à Junta de Freguesia de Santa Cruz.

Esta medida visa a recuperação do edificio onde aprenderam a ler e a escrever muitas gerações de santacruzenses, com vista à instalação de um Centro de Interpretação da Vinha e do Vinho. 

O processo tem sido demorado, uma vez que o primeiro oficio da Junta de Freguesia foi enviado à Câmara Municipal a 5 de abril de 2018. 

A Escola Primária do Bom Jesus foi desativada há 3 décadas, tendo servido, posteriormente, como centro de convívio e edificio de apoio à Igreja, designadamente, para as tradicionais festas do Espírito Santo. 

Pelo menos na última década esteve ao abandono.

Na deliberação ontem aprovada, por proposta do Presidente Manuel Avelar, a Câmara recomendou ainda que a Junta de Freguesia de Santa Cruz da Graciosa inclua no seu projeto "um espaço dedicado à história do antigo edificio escolar, onde se possa expôr um texto descritivo, bem como registos fotográficos".