Graciosa Online

"Retrocesso na transparência"

Câmara Municipal exclui o PSD do Juri que atribui apoios aos clubes

Retrocesso na transparência



Teve hoje início efectivo o novo mandato da Câmara Municipal de Santa Cruz da Graciosa. 

Em nota enviada à comunicação social, os vereadores da oposição, eleitos nas listas do PSD, sustentam que "aproveitaram a primeira reunião da Câmara para desejar ao executivo um bom trabalho em prol de todos os Graciosenses". 

"Com a mesma atitude de determinação, vontade de ajudar e energia que caracterizou a sua campanha eleitoral, os eleitos do PSD manifestaram disponibilidade para colaborar com o executivo para que a Graciosa possa progredir como é desejo de todos" - refere também a referida nota.

Contudo, os vereadores António Reis e Cláudia Cunha, "não deixam de lamentar que a maioria socialista tenha optado por excluir a presença de um elemento do PSD no júri de atribuição de apoios às colectividades da ilha, ao contrário de que sucedeu no mandato anterior, o que representa um retrocesso na transparência e sã convivência democrática que se deseja para o mandato que agora se inicia" - sublinha a nota do PSD.