Graciosa Online

Vencidos com réplica - VÍDEO

Guadalupe foi eliminado da Taça de Portugal



A festa da taça na Graciosa fez-se entre equipas açorianas e foi do Guadalupe o primeiro alerta. Diogo Conceição cabeceou ao lado. 

Na primeira parte a equipa da casa só criou perigo de bola parada. Abudu, que reencontrou a sua antiga equipa, obrigou João Botelho a saltar para uma execelente defesa. 

Aos 42 minutos Mário Melo tocou na bola mas também derrubou o adversário e na cobrança do livre Hugo Simões inaugurou o marcador.

O Operário mal teve tempo para festejar porque 3 minutos depois Kim ofereceu a Camará o segundo golo da tarde. Ao intervalo a formação da Lagoa já tinha um resultado tranquilo. 

Mas o Guadalupe surgiu melhor no segundo tempo e logo aos 48 minutos podia ter reduzido. André Fontes encontrou um adversário e César Truk falhou na direção. André Fontes voltou a criar perigo aos 63 minutos, mas Ariano limpou a área. 

Na segunda parte o Operário desceu menos ao ataque mas sempre que o fez foi com qualidade. Do canto batido por Ruizinho aos 68 minutos nasceu o terceiro golo também apontado por Camará.

O jogo parecia sentenciado quando Simão Moreno foi à linha cruzar, para Diogo Conceição reduzir num golo de belo efeito. As bancadas do Guadalupe ouviram-se ainda mais quando André Fontes caiu na área mas a imagem não mostra qualquer falta. 

A equipa da casa ainda voltou a marcar, também num pontapé de canto. Mário Melo cabeceou 4 minutos após os 90. 

O Guadalupe trabalhou mais na segunda parte mas ficou por aqui. O Operário foi mais esclarecido e segue em frente na Taça de Portugal.