Graciosa Online

Votos de acamados

CNE decide amanhã sobre a queixa do PS/ Graciosa

Votos de acamados


A Comissão Nacional de Eleições leva a plenário nesta terça-feira, 20 de outubro, a queixa apresentada pela candidatura do Partido Socialista pelo círculo eleitoral da Graciosa, avançou o Telejornal da RTP Açores. 

Em causa está a "inscrição de mais 30 utentes do Lar de Idosos da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa (...) efetuada para efeitos do exercício do direito de voto antecipado em mobilidade (...) à total revelia de vários dos utentes em causa e/ou sem o conhecimento e, consequentemente, sem o consentimento de muitos familiares dos utentes".

Segundo o coordenador regional da campanha do Partido Socialista, a situação é grave porque alguns dos utentes são portadores de "doenças que os impede de ter um voto consciente".

No comunicado de imprensa divulgado no domingo, o Secretariado do PS Graciosa esclareceu que obteve a informação "através de queixas de familiares de alguns dos idosos que foram inscritos, incluindo pessoas que estão acamadas e que não podem exercer o seu direito de voto", acresentando que "alguns desses familiares confrontaram a provedora da Santa Casa que lhe confirmou a inscrição de praticamente todos os utentes do lar, sem o conhecimento das famílias".

A RTP Açores tentou obter uma reação da Provedora da Santa Casa da Misericórdia de Santa Cruz da Graciosa, mas Adelaide Teles viajou na tarde de domingo e manteve o telefone desligado.