Local

Águas-vivas e caravelas são difíceis de controlar (Vídeo)

O biólogo João Pedro Barreiros não confirma se houve um aumento do número de águas-vivas e caravelas nos mares da Região.



O professor da universidade dos Açores adianta que a monotorização destes organismos é um processo complexo.

No princípio do verão, as praias dos Açores foram invadidas por estas espécies.

Telejornal