Local

Estudo em casa deu novas competências digitais (Vídeo)

Alunos e professores são unânimes em afirmar que a adaptação se fez com dificuldades.

No geral, os alunos adquiriram outras competências digitais que podem ser aplicadas no modelo presencial.

Foram três meses em que a escola se transferiu para dentro de casa.

Espaço, horários e acesso às tecnologias obrigaram a outro modo de aprender. Cláudia Loureiro, admite que o acompanhamento do filho mais novo, no 1 º ciclo, foi o que implicou maior atenção.

No apoio de retaguarda aprendeu conteúdos, mas também a valorizar o professor.

Do lado da docência perdeu-se a proximidade com a turma, mas houve ganhos na autonomia do aluno.

Se não houver surpresas, o próximo ano letivo, de acordo com a tutela, voltará a ser presencial.

Mas há uma conclusão a reter, as experiências do ensino digital devem entrar para a sala de aula.

RTP/Açores