Local

Proprietários de bares e discotecas discordam da Autoridade Regional de Saúde (Vídeo)

Os horários dos estabelecimentos foram reduzidos e os proprietários temem pelo futuro dos negócios.

© Reuters

Em São Miguel, todos os bares são obrigados a fechar às dez da noite.

Agora, Jacinto Franco afirma que o objetivo é tentar adaptar o negócio à nova realidade.

Uma nova realidade que não será fácil, principalmente para os proprietários das discotecas que vão mesmo ter de fechar portas até ao dia 1 de setembro. 

Os proprietários dos estabelecimentos temem pelo futuro dos negócios e afirmam que é necessário mais apoios para o setor.

Em comunicado divulgado esta quinta-feira, a AHRESP considera que o encerramento dos estabelecimentos ou a limitação horária são entraves à atividade económica e que devem ser criadas medidas compensatórias para as empresas.

A Associação adianta que com responsabilidade é possível o normal funcionamento de qualquer estabelecimento e que no que se refere aos espaços de diversão noturna, já foram elaboradas regras específicas que possam contribuir para que seja possível a sua rápida abertura.

RTP/Açores