Local

Ribeira Grande tem sido discriminada pelo Governo, diz Alexandre Gaudêncio (Vídeo)

O presidente da autarquia propõe um pacto alargado para a próxima década, para enfrentar os desafios colocados pela pandemia.

O feriado municipal na Ribeira Grande comemorou, sem festa, os 39 anos de elevação a cidade.

Para o presidente do município a pandemia que vivemos exige uma nova abordagem:
«...para isso deverá haver um pacto com todas as entidades. Desde as entidades governativas, passando pelos empresários e sem esquecer as pessoas e os seus territórios. Esta não é uma altura para guerrilhas políticas, nem atropelos à democracia. Também não é tempo de privilegiar uma ou outra entidade, devido à confiança pessoal ou até política. O mesmo se aplica àqueles que, anonimamente, tudo fazem para prejudicar o trabalho dos outros.»

Alexandre Gaudêncio entende que essa espécie de agenda 2020-2030 deverá privilegiar a formação, o direito à habitação, o emprego e a melhoria da qualidade de vida.

Gaudêncio considera que o compromisso do Governo Regional, nessa agenda será fundamental para que a Ribeira Grande não se sinta discriminada em relação aos outros concelhos.

RTP/Açores