Local

Trabalhadores dos matadouros não avançaram para greve (Vídeos)

A paralisação tinha sido desconvocada pelo Sindicato, na sexta-feira, depois das garantias dadas pelo Governo Regional em relação ao subsídio de risco.

A semana de greve dos trabalhadores dos matadouros que deveria ter início esta segunda-feira foi desconvocada pelo sindicato na passada sexta-feira, mas até à última hora persistiram algumas dúvidas.

Alguns trabalhadores, que não estavam convencidos com as promessas do executivo, ameaçavam paralisar.
A direção do IAMA reuniu com os trabalhadores do matadouro de São Miguel
e reafirmou o que o Secretário da Agricultura tinha garantido ao sindicato: o Governo vai cumprir o acordo estabelecido em fevereiro.

O acordo tripartido, entre a Secretaria da Agricultura, IAMA e o Sindicato de Trabalhadores em Funções Públicas estabelece a definição de funções dos trabalhadores dos matadouros e a implementação de um subsídio de risco entre 33 e 50%, em sete escalões.

Nesta fase, e por tempo indeterminado, mantem-se a greve ao trabalho extraordinário.

O Secretário Regional da Agricultura considera que estão reunidas as condições para que seja restabelecida a paz social nos matadouros.
João Ponte garante a atualização do subsídio de risco dos trabalhadores.


RTP/A