Parlamento

Apoios à comunicação social geram tensão na maioria parlamentar (Som)

A coligação de direita que apoia o Governo Regional deu hoje o primeiro sinal de desentendimento durante um debate parlamentar.

Posição do deputado Nuno Almeida e Sousa não agradou ao Chega



Em discussão estavam os apoios à comunicação social privada.

O líder do Chega não gostou de ver o Parlamento condicionado pelo voto de apenas um deputado, neste caso, da Iniciativa Liberal, e alertou que o seu partido não tem medo de ir a votos.

A proposta do PS de apoio à comunicação social privada foi aprovada por todos os partidos, à exceção do Chega que se absteve.

Antena 1 Açores