Parlamento

Custos com pessoal da Azores Airlines não deviam ultrapassar 18% das vendas (Som)

Governo Regional revelou ontem as exigências que apresentou ao antigo conselho de administração da SATA.

 


 

O Executivo açoriano revelou ontem, no parlamento açoriano, as medidas que pretendia ver inscritas no Plano de Negócios do grupo SATA. Na Azores Air Lines, os custos com pessoal não podiam ultrapassar 18% das vendas, e a contratação de ACMI’s não podia exceder os 3,6 milhões de euros.

Os números foram revelados na sequência de uma pergunta colocada pelo deputado do PPM.

 

Antena 1/Açores