Política

Estatuto dos Açores motiva cisão no Partido Popular Monárquico


A votação do diploma, na Assembleia da República, está a gerar crise interna no PPM. Os deputados monárquicos que integram a bancada do PSD, tinham decidido votar a favor do diploma, mas, à última da hora, abstiveram-se, ao contrário do compromisso que tinham assumido com o líder do PPM / Açores.


Paulo Estêvão considera a situação vergonhosa e vai levar o caso ao Conselho Nacional do partido, e quase que não encontra palavras para explicar o que, de facto, aconteceu.

O líder regional dos monárquicos tinha anunciado na quinta-feira que os dois deputados do PPM na Assembleia da República, votariam a favor do novo Estatuto dos Açores, mas, Nuno da Câmara Pereira e Miguel Queiroz, acabaram por ceder às pressões da bancada do PSD.

Paulo Estêvão não admite esta quebra de confiança e vai levar o caso ao Conselho Nacional do partido e, para já, decidiu cancelar as Jornadas Parlamentares, marcadas para Janeiro de 2009, e defende que o PPM se desvincule da bancada do Partido Social Democrata.

Ricardo Freitas / Carlos Tavares