Política

Alexandre Gaudêncio lamenta exclusão de Mota Amaral da lista para o Parlamento Europeu (Vídeo)

Pela primeira vez em trinta anos, o PSD dos Açores não vai estar representado na lista nacional concorrente às eleições para o Parlamento Europeu, que se realizam em maio.

© Alexandre Gaudêncio/Facebook

Rio Rio, presidente do partido, ofereceu ao PSD dos Açores o oitavo lugar, não elegível, o que não foi aceite pelas estruturas regionais do partido.

Em declarações à RTP-Açores, Alexandre Gaudêncio, líder regional do PSD, lamentou a decisão da direção nacional e disse que o PSD-Açores vai agora pensar na atitude a tomar na campanha eleitoral.

Fontes partidárias sustentam que os militantes açorianos não deverão participar na campanha.

Mota Amaral, que já tinha dito que não aceitava ir em oitavo na lista, por se tratar de uma posição não elegível, escusou-se esta noite a comentar o processo de formação da lista social democrata.

Já Rui Rio diz que não está em causa o nome de Mota Amaral, mas que se trata de seguir um princípio:


Telejornal