Política

Antigo presidente da SPRHI arguido em investigação da judiciária

O antigo presidente da SPRHI, Joaquim Pires, é um dos 5 arguidos constituídos num processo de investigação da Polícia Judiciária relacionado com alegada participação económica em negócio, peculato e abuso de poder.

Antigo presidente da SPRHI arguido em investigação da judiciária

A Polícia Judiciária constituiu 5 arguidos durante o dia de hoje entre administradores e funcionários da extinta SPRHI, a empresa criada após o sismo de 98 para apoiar a reconstrução das ilhas afetadas.

Segundo a RTP Açores apurou, a Polícia Judiciária fez buscas terça-feira em instalações da Sociedade de Promoção e Reabilitação de Habitação e Infraestruturas no Faial e numa entidade privada em São Miguel.

Hoje as buscas foram efetuadas na ilha Terceira nas instalações da extinta SPRHI

Joaquim Pires foi até essa altura presidente da sociedade anónima e foi reconduzido em 2015. 

A investigação da Polícia Judiciária reporta-se a factos ocorridos entre 2016 e 2017

Joaquim Pires foi também Diretor Regional do Desenvolvimento Agrário de 1996 a 2012 e Presidente do Conselho de Administração do Fundo Autónomo para a Formação Profissional Agrária, entre 1997 e 2009.

Telejornal