Política

Assembleia Regional dos Açores chumba sorte de varas

A Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores acaba de chumbar um projecto de lei para introduzir a sorte de varas nas corridas de toiros nos Açores.

Assembleia Regional dos Açores chumba sorte de varas
Vinte e oito deputados votaram contra a sorte de varas e 26 a favor. Registaram-se duas abstenções.

Os dois maiores partidos (PS e PSD) deram liberdade de voto aos seus deputados.

Um dos proponentes da legalização da sorte de varas, o  socialista Guilherme Nunes, eleito pelo Corvo, acabou por não comparecer ao debate e à votação, o que levou a sucessivos pedidos de adiamento da votação - interpostos pelos apoiantes do sim - na expectativa de que o deputado comparecesse.

O assunto dividiu profundamente o parlamento.

Paulo Estevão, do PPM, foi o maior defensor da legalização da sorte de varas, acompanhado por Artur Lima, do PP, Clélio Meneses e Pedro Gomes, do PSD, e Berto Messias, do PS.

Frontalmente contra estiveram sempre Zuraida Soares, do Bloco de Esquerda, e Anibal Pires, do PCP.

Luciano Barcelos, Multimédia Açores