Política

PCP considera que Plano e Orçamento traça políticas erradas para os Açores (Vídeo)

Os comunistas açorianos continuam a reivindicar a valorização dos salários e e aumentos dos complementos regionais.

Os Açores têm 90 mil pessoas a viver em situação de pobreza e exclusão social, o que corresponde a 36,4% da população total da região.

Só no mês de março mais 250 pessoas recorreram aos Rendimento Social de Inserção, diz a direção regional do PCP.

Neste âmbito, o PCP/Açores analisou também o Plano e Orçamento da região para o corrente ano e reafirma que continuam a ser apresentadas políticas fundamentalmente erradas.

No entender do partido, é necessário enfrentar a atual situação com medidas de valorização dos salários, aumento de rendimentos dos açorianos, dinamização do mercado interno, diminuição da dependência externa e valorização do setor produtivo.

RTP/Açores