Política

Primeiro-Ministro de Cabo Verde aposta em parcerias que incluem os Açores


O Primeiro-Ministro de Cabo Verde defende que são necessárias mais verbas e novos moldes de financiamento para o desenvolvimento do arquipélago e, por isso, considera fundamental e estratégico alargar e reforçar parcerias com a União Europeia.

Primeiro-Ministro de Cabo Verde aposta em parcerias que incluem os Açores

© Foto: Gacs (Arquivo)



Reafirmando que Cabo Verde "quer ser útil ao Mundo", José Maria Neves salientou que as parcerias com outros países "são espaços privilegiados para se explorar ganhos mutuamente vantajosos".

Estamos convencidos- adiantou - "de que a construção de parcerias contribui para a consolidação da inserção competitiva de Cabo Verde na Comunidade Económica dos Estados da África Ocidental. O mesmo se poderá dizer-se em relação ao espaço Macaronésia, constituído por Cabo Verde, Canárias, Açores e Madeira".

No entender do Primeiro-Ministro caboverdiano, "a estratégia tem 3 componentes fundamentais: a de transformar Cabo Verde numa plataforma de transportes aéreos e marítimos; a de construir um centro regional de pescas e, por último, criar condições para o desenvolvimento de pesquisas oceanográficas no país".

Carlos Tavares com Agência Lusa