Política

Relatório internacional indica que discurso de ódio está a ser normalizado (Vídeo)

O acordo parlamentar do partido CHEGA nos Açores é apontado como um exemplo da normalização de um partido de extrema-direita.

© Reuters

Está em curso a radicalização e a normalização do discurso político de extrama-direita nos Açores, em Portugal e no resto da Europa.

A conclusão é do relatório sobre o Estado do Ódio, o Extremismo de Direita na Europa publicado esta semana.

Os jornalistas Ricardo Cabral Fernandes e Filipe Teles são os autores do capítulo dedicado a Portugal. Em três páginas dão conta do crescimento do discurso do ódio nos últimos anos no nosso país.

Este relatório procura alertar para os riscos e ameaças que a democracia enfrenta neste momento.

O relatório encomendado por três organizações não governamentais do Reino Unido, Suécia e Alemanha aponta, além do CHEGA,  a existência de outras organizações de extrema-direita em Portugal. O partido Ergue-te, antigo PNR, o grupo Escudo Identitário, a Associação Portugueses Primeiro, Movimento Zero, entre outros.

RTP/Açores